Os anúncios aqui postados são de inteira responsabilidade do Google

11 de mai de 2013

PROGRAMAÇÃO ESPECIAL

 Palestra com Ileana Matos (Centro Espírita Porto da Esperança - Ilhéus) 
 "Valorizando as coisas Simples: Dialogando com Deus";

Dia 12/05 (domingo) das 9 às 12h
Seminário com Ileana Matos com o tema Atendimento Fraterno na casa Espírita.


 Teremos participação do querido Lindomar Coutinho




21 de abr de 2013

Nosso Lar em Itapetinga

Confira as fotos e cobertura total do evento!


O ITAPETINGA AGORA ACOMPANHOU A BELA APRESENTAÇÃO DA PEÇA, ENCENADA PELO GRUPO WEGA, NA FUNDAÇÃO ACI. A PEÇA CONSEGUIU EMOCIONAR E FAZER RIR O PÚBLICO PRESENTE.
Por: Tiago Bottino J. Brige



Para melhor conhecer a obra de André Luiz: 
 

20 de abr de 2013

HOJE as 20:00 na FACE

Apresentação da peça "Nosso Lar: A Morada da Esperança", que traz ao teatro a obra do Espírito André Luiz psicografada por Chico Xavier, já levada às telas cinematográficas com grande sucesso de bilheteria, com mais de quatro milhões de expectadores. A peça conta a história de André, que após uma morte prematura descobre Nosso Lar, uma cidade no plano espiritual, onde aprende os verdadeiros valores do espírito e descobre outra vida repleta de ensinamentos, revelações e situações inusitadas que o transformarão para sempre. Quando está pronto, André Luiz volta à Terra para ajudar às pessoas que ama. Esta produção do Projeto Adonai do Grupo Wega, de São Paulo, propõe uma reflexão sem medos e preconceitos, que leva o espectador a compreender o que há além da existência terrena.

Valor do Ingresso: R$ 25,00

  
 



19 de abr de 2013

E A VIDA CONTINUA - TRAILER DO FILME




TURMA DO ESDE DE SEGUNDA FEIRA
VAMOS ASSISTIR ESSE FILME
NA SEGUNDA DIA 29 DE ABRIL DE 2013






6 de jan de 2013

FÉRIAS ESPÍRITAS?!

O espírita tem direito a férias? Os Espíritos saem de férias? A Casa Espírita pode tirar férias?

O vocábulo férias é um substantivo feminino plural que significa “período de descanso a que têm direito empregados, servidores públicos, estudantes, etc., depois de passado um ano ou um semestre de trabalho ou de atividades.” O conceito vale para labor remunerado ou prestação de serviços.

A Lei Divina do Trabalho insere em suas diretrizes a necessidade do repouso. Como ser humano e profissional, o espírita tem direito de usufruir as férias decorrentes da sua prestação de serviços. É comum que parte ou totalidade desse período de férias também seja utilizada para uma pausa em suas atividades na Casa Espírita. Alguns aproveitam parcela desse tempo para dedicação aos afazeres espiritistas, ofertando outra porção de tempo aos interesses particulares, familiares e sociais. Nada que fuja à normalidade, considerando-se a necessidade de cuidar da vida material. Porém, cabe lembrar: na vida cotidiana, somos espíritas todos os dias.

No que tange aos Espíritos saírem de férias, aprendemos que a Lei do Repouso é rigorosamente observada por eles. Quando consciente de seu papel na construção de um mundo melhor, o Espírito aproveita utilmente o “tempo livre”. A palavra férias se aplica mais a nós que aos Espíritos libertos do corpo físico, sobretudo àqueles evoluídos.

A terceira questão é complexa e exige seguro posicionamento. A Casa Espírita jamais deve fechar as suas portas, pois a necessidade não tira férias e a dor não tem hora marcada. Por esta razão, há que se organizar equipes de trabalho para se garantir o ininterrupto funcionamento das atividades destinadas ao atendimento do público, encarnado e desencarnado. Feriados como Natal, Ano Novo, Carnaval, entre outros, são oportunidades de servir. É recomendável manterem-se ativos, principalmente, os serviços de palestras públicas, passes, atendimento fraterno e reuniões mediúnicas.

A Casa Espírita é uma fonte de luz constante para assistência, consolo e esclarecimento aos necessitados do corpo e do espírito. (Fonte: febnet.org).

(Geraldo Campetti Sobrinho é vice-presidente da Federação Espírita Brasileira, Coordenador da Comissão Editorial da FEB Editora e responsável pela Biblioteca de Obras Raras e Museu da Federação).